Solidário com o Cegueira Lusa.

A trabalharem desde Setembro sem receberem um cêntimo pelos seus serviços é absolutamente inaceitável. Não esqueçamos que estes profissionais trabalham a «Recibo Verde», portanto há uma boa parte do ano em que não recebem coisa alguma. Isto já é preocupante. Pensar que estas pessoas desde Julho que não auferem qualquer vencimento suscita-me algumas questões: Quem paga a renda / prestação da casa? Quem paga a alimentação? Quem paga a água, a luz, o telefone? Como é que se vive assim? Não esqueçamos que muitos têm que se deslocar em transporte próprio para a (s) escola (s) onde leccionam. Não sei se esta situação se está a passar em todo o país. Em Viseu esta é uma realidade dramática. Parece que os vencimentos estão a ser processados…estavam…estarão…Ninguém sabe ao certo.
Que vergonha!!!

José Carreira

7 comentários:

Carreira disse...

Venho agradecer o apoio para esta causa que deixa muitas pessoas deste país em situações muitos difíceis.
Abraço,
José Carreira

NINHO DE CUCO disse...

É uma infâmia o que se está a passar mas este é um caso entre muitos outros. Proponho que a solidariedade se mantenha e que nos unamos para pôr a nu as nossas chagas para que, mediante essa tomada de consciência, se enverede por medidas que visem a cura.
Um abraço. Gostei de te conhecer e quero ficar tua amiga.

SILÊNCIO CULPADO disse...

E assim seremso muitos e cada vez mais e seremos uma muralha que não deixará passar quem pretende pisar a nossa dignidade. Porque não é só deste caso concreto que se trata. Como estes há muitos trabalhadores, por todo o país, em situação desesperada numa luta silenciosa e solitária.E é em nome de todos que este caso concreto ganha voz.

NÓMADA disse...

Amigo, que a tua voz nunca se cale e que tenhas sempre junto de ti este calor humano que nos leva, em uníssono, a levantar a voz. Porque este caso é um caso entre muitos casos. Que seja pois o rosto da nossa indignação.

o puma disse...

É preciso e urgente dar luta a esta maioria esmagadora

isabel mendes ferreira disse...

muito tempo há de passar infelizmente até que todos vivam com a dignidade desejável.

Coisa que no actual governo passa muito mas muito ao lado....


um abraço.


de "cara descoberta"...:)

ALEX disse...

Gosto de sentir esta onda solidária porque este caso é mais um entre muitos e embora seja contra este que nos levantamos este não é mais do que o rosto da nossa indignação. E ainda há pessoas boas e justas que não se calam.