Matou-os todos?

Ontem, hoje não sei porque não vi, todos os noticiários mostraram o pimpão, mentiroso funcional e assassino, presidente do Irão.
Este Mahmoud Ahmadinejad, perito no adjutório manhoso, proclamava na Universidade da Columbia qual arauto de virtudes, mais esta dantesca inanidade homofóbica: no Irão não há homossexuais.

Esta besta aleivosa e nauseabunda, fazendo uso de um fedorento risinho paneleiro, pretende que, o Ocidente se esqueça disto.

Mas, como este é o tempo das muitas palavras e pouco sentido, fico-me por aqui.
… com o saco de enjoo, evidentemente.

6 comentários:

Clavis disse...

Para dizer a verdade, acho que ele estava no gozo... mas com este doido, nunca se sabe!

mac disse...

Estão todos muito bem escondidos debaixo daquelas roupagens...
É caso para dizer que este gajo não olha a meios para fazer publicidade à suposta superioridade da sua cultura perante a nossa.

Bill disse...

ò.Ò

Não deve haver mesmo, não com essa palavra, devem ter inventado outra palavra, assim fica fácil falar que não tem.
Que coisa... Loucos por todo lado.

[s]s

Odysseus disse...

Haver há, só que quando se sabe que eles realmente o são condenados à forca. Disse-me uma iraniana que conheço. :)

PortoCroft disse...

Epá... cá para mim, o tipo só ainda não foi decapitado porque -aparentemente - é o Chefe de Estado e, parece mal, apregoar ao mundo que o Chefe de Estado foi apanhado a levar na bolha. :)))))

O pensador disse...

Vocês não perceberam bem...O que o Ahmadinejad quis dizer é que no Irão não existia Homosexuais Famosos/conhecidos,ao contrário do occidente em que os mesmos aparecem todos na televisão como apresentadores ou a coordenar programas televisivos...