É a justiça, estúpido! (ou o estado a que chegou)

A papelaria do meu bairro, onde abasteço o vicio; de fumo e jornais, foi assaltada. Não a papelaria, mas a caixa do multibanco que dá para a rua. Perdão! Também não foi a caixa de multibanco que dá para a rua, mas o segurança que procedia à reposição das faltas, na caixa do multibanco que dá para a rua.

Tudo indica, que esperaram a carrinha de valores chegar e o segurança entrar na papelaria para actuar. Fizeram-no com rapidez e argumentário suficiente. Quatro homens, encarapuçados, surgiram da rua traseira e forçando a porta da papelaria (tinha sido fechada – julgo serem normas de segurança), roubaram todo o dinheiro destinado à recarga da caixa. Conta um vizinho, com pungente afectividade, que o Sr. Manel dos frangos, correndo o risco de um cardiovascular, ainda largou a arte no intuito de socorrer a vizinha de comércio fronteiro, mas alguém avisado lhe gritou que parasse, informando que os meliantes estavam armados. Perante informação de tal monta e privados dos legítimos direitos de inscreverem qualquer acto contra a actividade ilícita que testemunhavam, ninguém mais ousou qualquer atitude para além da normal e cuidada espionagem entre portas.

Soubemos poucos dias depois, que o Grupo de Operações Especiais da Policia de Segurança Pública, fazendo tábua rasa da nova Reforma Penal, que proíbe a medida de coacção preventiva a criminosos puníveis com penas inferiores a cinco anos, tinha interferido com o livre exercício de actividade daqueles pacatos cidadãos. Descobriu-os, e no decorrer da acção capturou três, tendo o quarto, encontrado outro caminho ao despenhar-se de um andaime sem as necessárias asas.
Sejamos directos: um elemento, o Osvaldo, que também responde pelo nome de ‘Patusca’ e tem a digna profissão de barbeiro, é gente com historial de assaltos de carrinhas de valores à mão armada (sete, ao que consta) com outro gang que baleou um policia, em Novembro passado, quando atacaram o Finibanco de Moscavide.

Foram apresentados quinta feira da semana passada ao Tribunal de Sintra e já estão cá fora.
Chegado aqui, um forte pulsar tentava-me a falar do ministro da justiça e da sua reforma penal. Mas não, vamos lá sem bússola nem catavento que já se levanta a neblina.

Não consta se o juiz lhes terá dado algum coçóide dialéctico ou beliscões nos fundilhos, mas consta, que a confirmação de serem gente de trabalho, com emprego e por isso capacidade produtiva, bastou para serem elevados a cidadãos integrados na sociedade e mandados em paz -di-lo a vizinhança e confirma-o a edição on-line do Correio da Manhã de dia 14.

Dito isto, espero que os maquiavélicos agentes da PSP, que procederam às detenções com inequívoca e irrefutável falta de formação profissional, não venham a ser acusados de discriminação xenófoba ou racista, para com cidadãos que caíram, por mera casualidade, no isco apetecível de uma caixa multibanco. Também, não caia o leitor na tentação, de ver neste post um manifesto convite à criminalidade; o juiz, ao considerar aqueles cidadãos integrados na sociedade, pode muito bem, estar a referir-se àquela outra parte de que todos ouvimos falar e com a qual não temos intimidade.

30 comentários:

Miguel Barroso disse...

Justiça de cortiça!
(Um "íntegro" qualquer também se fez notar por mail, a ler no meu blog...)

alice disse...

:( lamentável, caro piresf. um beijo de bom fim de semana.

mac disse...

Isto só muda quando os politicos começarem a ser assaltados...

Oliver Pickwick disse...

Da minha visão de leigo, a prisão preventiva faz-necessária em muitos casos, inclusive para réus primários. Especialmente nos crimes hediondos e planejados, assim como, para indivíduos com currículo policial "exemplar".
Muito provavelmente estes assaltantes que mencionou no seu artigo, voltarão à mesma prática, protegidos pela certeza da impunibilidade.
Aqui no Brasil, isto é corriqueiro.
Um abraço!

Barqueira disse...

NO meu bairro, para lá dos assaltos a papelarias e cafés, conseguidos, já houve duas tentativas goradas à minha casa: se o vozeirão de doberman-rafeiro da minha Lucky e o puco que tenho tinha ido com os Cães.

Polícia? Já não vemos por cá um que seja, há largos meses...

Bjs

Barqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Barqueira disse...

PS os comenários eliminados são o mesmo acima. Sei lá... saiu em triplicado como a papelada burocrática..

Ainda os polícias. para onde vão os nossos impostos se NADA funciona???

sa morais disse...

SPOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORTING!!!!!!!!!!!

Abraço!

herético disse...

abraço. a triste realidade quotidiana. e já não apenas nas cidades...

Bill disse...

Vejo que a cega, digo a Justiça por ai também gosta de coisas complicadas, por aqui, nem mais nos preocupamos com isso, veja só com o que fomos nos acostumar.
Resta claro uma indignação, gilete na garganta e bebendo álcool, mas, creio que por cá, além de cega é surda.

Quanto ao post em si, só tu mesmo hahhaha (sem as necessárias asas.)

No mais...

Me junto ao Sa...

SPORTING ALLEZ SPORTING!!!!!!!!

Abraços grande amigo.

Bill disse...

Supercopa e Bi da Taça de Portugal, que coisa não... Porto gosta de fazer o Sporting feliz x)

Miguel Barroso disse...

Caríssimo: Eis que a resposta do sr. Octávio não se fez esperar, a ler, na Nova Águia.
Abraço.

PiresF disse...

Miguel,

Logo hoje que o Sporting ganhou a Taça e a lua se tinha tornado um sol invejável, tinha de vir a figurinha rancorosa, com mais uma das suas torpes investidas. Já não há pachorra. Aliás, como já lhe disse, há qualquer coisa que não bate certo com este homem. Dotes para tudo o que é mesquinho não lhe faltam, dá vontade de o mandar enfiar o rancor no cu.

Abraço.

PiresF disse...

Caros amigos,

SPOOOOOOOOORTING!

…que dia GRANDE.

Joana Dalila Santos disse...

Portugal no seu melhor.

Um Certo Olhar disse...

Um quotidiano feito de partes gagas. Se foi de justiça que falou, diga-me, pois, onde pára a injustiça.
Vá lá um homem querer cumpri-la. A justiça!

Um abraço

Oliver Pickwick disse...

Prezado PiresF, depois que publicou o post a respeito do Goor, imaginei que seria a pessoa certa para a análise do conto. Minha intuição estava correta.
Agradeço-lhe pela cortesia e o tempo depreendido na análise precisa.
Feche bem as portas e as janelas, pois seguirei em frente. E não me refiro apenas a prováveis cenas de suspense de um futuro conto do gênero, mas, também, aos "amigos do alheio", tema deste artigo.
Um abraço!

SILÊNCIO CULPADO disse...

PIRESF
É no mínimo revoltante mas é o que acontece. Segundo noticias divulgadas hoje há, em média, 3 assaltos hora neste país de brandos costumes.
Anda tudo cá fora o que é assaltante. É tudo boa gente.
Medidas não se vislumbram no combate ao desemprego e à toxicodependência.
Apenas esta tolerância aterrorizadora para quem prevarica.

Abraço

Miguel Barroso disse...

Caviar de escaravelho aqui, Caro PiresF:

EU, SER IMPERFEITO.

Abraço!

Clavis disse...

Para quando punições legais a juízes que pela sua incompetência e laxismo lesam a sociedade e aqueles que - neste caso - são assaltados no dia seguinte?
Que faz o dito "conselho superior de magistratura"???

Klatuu o embuçado disse...

Quando alguém perder a paciência e mandar abaixo, com inequívocos requintes de fúria, género logo para a cabeça, um grupelho desses, também espero que se tenha em conta ser um cidadão sem cadastro e com emprego a exercer o seu direito de legítima defesa e a sua utopia numa sociedade sem filhos da puta.

Abraço, Pires.

Lyra disse...

Abaixo os incompetentes, abaixo a estúpidez!

Tenho dito!(risos)

Beijinhos e até breve.

;O)

Clavis disse...

Pires, amanhã vou ao lançamento da NA na Amadora (16:00). Você também lá vai estar?

PiresF disse...

Rui, não. Tenho combinado para 31 de Maio - 17h00: Palácio Quintela/ Pombal (Lisboa).

sp disse...

Estive aqui e prometo voltar.
Um abraço...

Renata Cordeiro disse...

Sou a favor da prisão preventiva para aqueles que já cometeram um delito, mas sou contra as barbaridades, a exemplo das execuções primárias. Mas podemos trocar figurinhas outras hora.
Visite o meu blog:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Conto com a sua visita,
Renata Cordeiro

herético disse...

abraço

Renata Cordeiro disse...

Quer espreitar no meu blog?
Postei a resenha de um filme que vale a pena ver duas ou mais vezes.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
um beijo,
Renata Cordeiro.

tb disse...

Nem mais...eu n diria melhor. Ando por cá a ler o passado pois que tenho a leitura toda atrasada.
grande abraço