A Essência do Forcado Português

O valor que provém da valentia, da coragem, do companheirismo, da amizade num laço de sangue.
A galhardia do povo português.

7 comentários:

Catarina disse...

vi este video com uma lagrima no canto do olho ;)
isto sim, é a amizade e coragem...

bjx

O pensador disse...

Os forcados,quanto à mim, ainda beneficiam de uma certa tolerância já que o confronto é de igual para igual,assistindo-se assim sendo a um duelo que eu considero justo.
Mas já os toureiros,sou peremptório em dizer que são umas bestas selvagens.
Que beleza existe ver uma criatura esvaiar-se em sangue?
Esta será a tal apologia da violência e do sofrimento que toda a gente condena (quando vão à missa ao domingo..) e que pelos vistos todos gostam de ver ás escondidas?

Sempre tive consciência de que a tourada,ao criar um lugar para os Toureiros, foi concebida para deliciar os apetites vorazes dos "Discipulos de Sade" que vivem encobertos entre nós.
Facilmente consigo imaginar o que se dirá por lá: " Vê filho...vê aquele sangue todo a escorrer pelo seu corpo abaixo...não é lindo?...não é belo?...não é delicioso?.."
(E dizem que alguns até conseguem atingir o orgasmo no final do diálogo...)

Isto tudo para dizer que se na tourada houvesse só forcados,seria com certeza capaz de gostar dela.

Sobre o video,um exemplo de amizade,de coragem e companheirismo sem dúvida!

PiresF disse...

Caro amigo Pensador, eu sou um bárbaro, um selvagem que gosta da tourada à portuguesa. Também gosto de bifes, de whisky, vinho tinto e fado, gosto de gajas e de futebol e tenho o enorme defeito de ser fumador.
Como se todos estes defeitos não bastassem, junto-lhes o meu apreço pelo maplismo e pelo ócio que pratico sempre que posso e também não faço desporto, o que, me torna a todos os níveis um ser politicamente incorrecto. Mas que quer… sou feliz assim.

Abraço.

PS: Neste blogue nunca se fez a defesa da “festa” nem tão-pouco o contrário, este vídeo não é sobre nada disso. Só pretende realçar os valores que o último parágrafo do seu comentário destaca. Aconteceu numa praça de touros… que tantos condenam e onde só vêem defeitos e bárbaros.

Gi disse...

Também fiquei impressionada quando o vi peça primeira vez. Emocionam-me estes actos de solidariedade, de companheirismo, de amizade.
Tudo isto devia ser a regra e nós espantamo-nos com a excepção não é?

Um beijinho

(devias ter procurado os nmeros coloridos no meu blogue, tens à um prémio . Apeteceu-me dar que fazer aos curiosos, já vi que não és :) )

Anónimo disse...

Bravura de homens por desporto, será o mais correcto?
Saudações amigas
C. Valente

PiresF disse...

C. Valente!

Não iria por aí, é mais, muito mais que isso.

Bravura é quando o homem encara o touro de peito descoberto, o resto, que é muito, é outra coisa que hoje tanto escasseia mas que está lá. É a alma portuguesa.

Abraço.

ivone disse...

confesso que não abri o vídeo
limitei_me a deambular por aqui para tentar ideiar sobre estas aventuras

assim sendo só quis registar a minha presença limitando_me à abstenção de comentar

talvez volte talvez não