Os livros e a necessária divulgação



E cá está o lançamento de “Goor – A Crónica de Feaglar II” do Pedro Ventura e é com exuberância que, faço o favor de informar aquelas três pessoas que passam por aqui, o seu lançamento no próximo sábado dia 13, pelas 15:30hs na Livraria Pretexto em Viseu.
…soube também, que este complemento da epopeia terá um apresentador convidado; o Nuno Loureiro; um “outsider” que é um amigo comum e que, se espera, devido ao rigor de análise e á exclusividade do fenómeno, venha num futuro muito próximo a ofuscar (aniquilar, para já, seria pedir muito) o professor Marcelo.

Sobre a primeira parte desta aventura, “Goor – A Crónica de Feaglar I”, falei na altura aqui, porque, por alguma razão obscura me agradou e retive imagens, coisa que nunca me aconteceu com as obras de Saramago. Agora, e já tendo o segundo volume com excelente dedicatória do autor, sorte a minha, eu sei, dou a palavra a quem tem o correcto entendimento da coisa, aproveitando de caminho para informar a internacionalização do Pedro Ventura.

Encontrarão na apreciação de Maria Comesaña, uma galega especialista em literatura portuguesa que, como eu, não é perfeita e não é uma leitora habitual do género fantástico e, por isso, que acaba por ser uma vantagem ao não transportar os vícios do género, que é como quem diz; coisas de arrogância e sobranceria várias. Dizia eu antes de me perder por causa de querer separar o trigo daquela outra coisa que, encontrarão na sua apreciação, motivos vários que os disporão ao esforço, que também é cívico mas essencialmente criterioso, de adquirir esta obra de escrita fantástica.

Diz Maria Comesaña sobre este segundo volume, a que atribuiu quatro estrelas num máximo de cinco:

“Por fin chegou ás nosas mans a segunda parte da Crónica de Feaglar. E se me pedides que vola resuma nunha frase, direi-vos que concordo que as segundas partes non son boas, neste caso, son mellores!”
Continuar a ler.

7 comentários:

Bill disse...

E lá vamos nós rumo a novas aventuras e descobertas com rei Feaglar.
Mistérios nos aguardam, nessa tão esperada continuação.
Eu simplesmente adorei o primeiro, pela criatividade diante de tantos outros do mesmo género que li, ele conseguiu ultrapassar as margens ficando com gosto de quero mais.
Eu como estou longe, deixo desejo de sucesso, muito sucesso, e claro na torcida para que um dia Feaglar conquiste também as terras de cá.

Abraços

[s]s

isabel mendes ferreira disse...

Três Pessoas?


ou três mil?

ou trezentas?


que importa? mal de quem não passa:

PERDE!!!!

por exemplo este texto de apresentação inteligente e "comovido"...

DIVULGADOR :).


sempre atento e generoso!


___________________e partamos entãO À DESCOBERTA.


______________OBRIGADA.


______________bom dia. com um abraço.

isabel mendes ferreira disse...

e... porque é que eu NAO acedo ao blog do Bill ?


raios!
:)

______________

Clavis disse...

eu jó o ando a ler (ainda não terminei, pq só o fui buscar aos correioshá 2 dias), mas estou a gostar e muito. Provavelmente, até mais do quede goor1!
O Sá está a amadurecer, a olhos vistos...

Gi disse...

Eu passava. Faz tempo, só que fechou por tempo indeterminado e perdi o hábito :). Assim já eram 4 :)

Dicas sobre leituras são sempre bem vindas . Obrigada pela passagem lá pelo meu canto.

Um beijinho, noite feliz

PS - E a rua dos contos? parou?

mpo disse...

Com muita pena minha não estarei presente no lançamento. Anseio, porém e não obstante, ler rapidamente a continuação da fantástica aventura vivida e que nos fez viver feagler I.
Beijos

Anónimo disse...

Oi Portuga, quanto tempo! Minha tia disse que você me mandou um e-mail, mas voltou... isso porque sai da empresa, mas segue meu novo endereço: bela_luna36@hotmail.com
Estou com saudades de nossas conversas e do seu humor impagável! Quanto tiveres um tempinho, vê se me escreve!!

Beijos da Prima Brazuca