Outros retratos de trabalho - V


~ / ~

Num voo de menina encantado, em pontas, sobre alvos espigos invertidos, p'ra mim caminha na tranquilidade de um sorriso. Com rigorosa persistência, escondendo a dor, avança voltejante traçando os pés, e, de braços suplicantes, a harmoniosa bailarina de gestos precisos e sublime sensibilidade, em mágicos passes pantomímicos, conta-me histórias de sonho e alucinação.


23 comentários:

rui martins disse...

mas que bela e escorreita prosa!

Estamos inspirados!...

pintoribeiro disse...

Sapateiro, precisa-se. Bom dia Pires, abraços,

Outsider disse...

Que bela imagem e que bela homenagem às bailarinas.
Um Abraço.

Teresa Durães disse...

Está um poeta! Fiquei encantada!!

Boa tarde!

Bill disse...

Conta-se que ela escreve no chão, sua historia com as pontas dos pés, faz um escrita leve, cheia de balanço, cheia de vida, caligrafia perfeita, voltas simples, pulos longos e asa de anjo para flutuar em alguns passos e deixar a magia sobre a face serena...

Amigo Pires...

Desafio... Desafio... Desafiooo hahha ohhhh vontade...

Belas palavras amigo, tu conseguiu dar mais vida a imagem e ideias para sonhar...
Agora estou saudade dos seus contos. =]

Abraço amigo

[s]s

Fernanda disse...

Sapatilhas encantadas para quem deseja viver.
Porque mesmo que escondamos, dói. E mesmo que ninguém perceba, por vezes sangra.
Mas ainda guardo minhas sapatilhas cor-de-rosa. E as uso sempre que a vida exige. Não sei se danço bem, sei que sonho. E vivo.
Bjs

Mary disse...

Já fui bailarina e sei o qnto os pés doem... mas a vontade de dançar é muito maior e mascara o sofrimento. O resultado às vezes justifica o sacrifício.
Bjos.

Alequites disse...

Amei a fotografia...
Oba! Oba! Oba!
Lindo!
Beijos

Vera Fróes disse...

Linda foto! Nada mais poético do que ver uma bailarina se equilibrando na ponta dos pés doloridos, bailando como uma pluma e com um sorriso nos lábios.

A minha grande frustação foi não ter feito dança. Amo!

Bjos.

Anónimo disse...

Pires, restruturei o meu blog, adicionei o teu blog aos meus links.

Quanto ao texto está ao nível da mestria, é a prova que temos excelentes escritores fora do círculo mediático da imprensa.

pintoribeiro disse...

Bfsemana Pires, um abraço,

Maite disse...

PiresF

Porque a vida é feita destes pequenos grandes momentos mesmo que, por vezes, dolorosos mas nem por isso menos poéticos ou menos válidos...

Uma excelente tarde para si

tb disse...

Mas que belo momento que nos ofereceste... ontem comentei mas o blogger n deixou.
Tenho cá mim que te andas a treinar...
Beijinhos

Mocho Falante disse...

Fantástica prosa...adorei

Era uma vez um Girassol disse...

Bonito texto, bastante poético!
Bailarinas em pontas...
Trabalho difícil, mas tão belo!
Bjs

ROADRUNNER disse...

Temos poeta...
Saudações!

Cristina disse...

:O

beijinhos

legivel disse...

.... olhou pela enésima vez as sapatilhas com que costumava voar pelas rotas do sonho dançado. No estado em que estavam, era mais que certo que tinha de mudar de companhia aérea...

Óptimo texto muito bem colado à imagem.

Ramiro Junior disse...

Histórias e alucinações... Cara... que nostalgia que me bateu... to quebrado de sono, mas fiquei tão empolgado com esse trecho... Bom, eu também acho que o litro de café que eu tomei está ajudando na empolgação xD~

amadis / pintoribeiro disse...

Belíssimo. Bom dia.

drika4ever disse...

este post foi de uma encantadora musicalidade...
bailei em cada palavrinha...


bjos!!

Parrot disse...

Existem imagens que ficam mais belas com um texto....

Este pequeno....é fantástico.

Abraço.

Isabel Magalhães disse...

................. o meu primeiro sonho nunca realizado!

(Ainda bem. Livra!) :)))



deixo um abraço.

(e já são 2h38)

bye bye!