A Importância da GNR em Timor-Leste

O objectivo imediato dos australianos, é derrubar Francisco Lu’olo e Mari Alkatiri, que são os principais líderes nacionais reafirmados em Congresso da FRETILIN, realizado entre 17 e 20 de Maio e, foi após esta reafirmação de Presidente e Secretário-Geral com 97% dos votos, que dias depois a situação se agravou, com a Austrália a pressionar e a oferecer militares que já estavam preparados, evidenciando um apurado e muito a propósito, espírito vidente.

Mas quais os motivos que estão por detrás de tudo isto?
Serão os que alguma imprensa se presta a passar, como sendo um conflito de origem étnica entre os loromonu (naturais dos dez distritos ocidentais de Timor-Leste) e os lorosae ( naturais dos três distritos orientais), que estarão na origem da deserção de 600 militares, ou será simplesmente o petróleo no mar de Timor?

Vejamos:
Sabemos que a italiana ENI, ganhou o concurso internacional de exploração, que terminou a 19 de Abril, de cinco dos seis blocos para exploração petrolífera no mar de Timor-Leste, tendo a sexta sido ganha pela indiana Reliance Industries e tendo os resultados da comissão de avaliação sido ratificados pelo primeiro-ministro Mari Alkatiri. Perante estes dados, não restava outra solução à Austrália que derrubá-los. E numa tentativa aventureira e golpista criar uma crise para que as coisas não evoluam no sentido que o processo de avaliação indica, já que, Alkatiri está de pedra e cal como Secretário-Geral do Partido do Governo.

Em todo este processo e devido à fragilidade da democracia timorense, estou convencido que Alkatiri, não teve visão estratégica e cometeu um erro político, porque interessaria o investimento diversificado pela Austrália, Indonésia, Malásia, China e Portugal entre outros, proporcionando assim, os meios para o reforço das relações bilaterais através do volume de negócios com esses países. Assim não foi e o resultado está à vista.

Acontece, que a GNR, está presente com a intenção de ajudar os timorenses, os timorenses sabem-no e por isso os diferenciam dos australianos depositando neles e a meu ver bem, as suas esperanças, o que, não é muito bem visto por estes, que correm o risco, devido à esperada eficiência da GNR, verem esvaziada a necessidade da sua permanência em Díli e portanto do centro de decisões. Por isso, não é de estranhar o primeiro diferendo entre a GNR e as tropas australianas, resolvido para já, com um acordo técnico conforme comunicado de Ramos Horta que define no imediato como zona exclusiva de operações da GNR, a zona da ponte e ribeira de Cômoro, a mais problemática de Díli.

Não compreendo são as declarações de Ramos Horta hoje à RTP, manifestando-se disponível para substitui Alkatiri se tiver o apoio da FRETILIN, sabendo que o partido do governo nunca lhe dará apoio, visto ele não ser militante e sabendo também que o presidente da FRETILIN, já afirmou, que eleições só no primeiro semestre de 2007, como está determinado.

12 comentários:

Rui Martins disse...

Exacto! Muito bem dito e resumido! De novo os interesses petrolíferos na raíz de tudo... Mais o papel da Igreja a que regressarei brevemente em novo Post...

tb disse...

Pois é, amigo Pires!
Tu e o Rui já tudo disseram.
Um abraço forte

Mendes Ferreira disse...

olha....já se comente....que original....até a Net tem andado aos "cás e lás"....


pois é...PiresF mas o que é que hoje se entende????


eu devo andar "muito Burra" pois entendo rien de rien....

beijos e abraços....:)

mt perdulária hoje....e não estou bem disposta...faria se estivesse :)

Mendes Ferreira disse...

deixei uma gralha...:) para estar de acordo....:) mas não vou emendar. pronto!!!!!!!!!

Isa Calixto disse...

Só venho deixar um grande beijinho de bom fim de semana...pelo menos enquanto existirem finais de semana!!! Por vezes, já se confundem com todos os outros dias...

Kaos disse...

Como eu sempre disse país em que há recursos naturais, sobretudo petroleo, não tem paz.
Um abraço

Teresa Durães disse...

Porugal é um país invisivel sem força política... Austráulia? Outra coisa... Entre Austráulia? e Indonésia o que escolhia?

(Portugal com meia dúzia de GNR's?)

E o Petróleo manda...

Era uma vez um Girassol disse...

O ouro negro "reina" na grande polémica de Timor...
Estava-se mesmo a ver o interesse dos vizinhos...!
Bom fim de semana e bjs

tb disse...

Deixo um beijo de bom fim de semana

Clarissa disse...

Padrinho...estou de volta depois de uma gripe tremenda me ter retirado todas as forças.
Passei para um enorme beijo de saudades. Bom resto de fim de semana.

Magui disse...

Tem razao. Mas eles estao comecando.Se nos ainda nos perdemos nos marasmos do poder imagine a fragilidade desse povo!So espero que no futuro nao aconteca como na Bolivia .

Anónimo disse...

Keep up the good work film editing schools