The brave French... !!!

No dia 16, postei sobre o conflito que opõe os que pugnam pela liberdade de expressão, e o mundo islâmico, provocado pelos cartoons de um jornal dinamarquês. Agora, decidi não me ficar pela caixa de comentários desse post e publicar com mais consistência a minha opinião.

A liberdade de expressão é um direito inalienável dos cidadãos, está constitucionalmente garantida, e é um direito fundamental, não conhecendo excepções.
Por isso, não posso concordar com as reacções islâmicas, talvez por não ser adepto dos dois pesos e duas medidas, mas sim do bom senso.
Acredito na liberdade de expressão, assim como pauto a minha vida pela tolerância e respeito pelo próximo, mas acredito que não temos de mudar os nossos princípios para satisfazer o mundo islâmico e muito menos por MEDO.
Eu, nunca postaria um cartoon desses, não por achar não ter esse direito, mas porque me assiste o direito de não o fazer, e isso, têm a ver com o meu respeito pelos símbolos religiosos e com a visão que tenho da vida que se pauta pela tolerância, mas não posso, mesmo que não subscreva, sob pena de pôr em causa o debate livre e aberto que caracteriza as sociedades democráticas, impedir ou tentar impedir que outros o façam.
Condenei a atitude do Carrefour, sabendo que a foto que mostrei é de um estabelecimento no Cairo, onde, mandava o bom senso que não se manifestassem, mas o MEDO e o MERCANTILISMO prevaleceu, e é exactamente contra esse MEDO que os ocidentais devem lutar, porque, ou acreditamos na liberdade de expressão ou não, já que, esta é uma condição em que não podem existir dois pesos e duas medidas.

7 comentários:

Andreia Ramos disse...

sou da mm opiniao que tu!mas o mundo e mt lento a mudar!

Manel do Montado disse...

Voltarei breve para te ler. Uma primeira passagem pelo teu Espreitador deu-me a perceber que abordas temas que são também da minha preferência,
Um abraço

Maite disse...

Caro PiresF
Concordo consigo, até porque penso que esses "muçulmanos" não são os verdadeiros Muçulmanos e mais ainda, eles também nem têm a capacidade de respeitar os outros, nem que sejam os seus próprios irmãos de religião porque também não sabem respeitar-se a si próprios. O que me causa impressão em alguns ocidentais é precisamente o MEDO que revelam ao terem atitudes "paternalistas" do género que têm vindo a ter em nome de uma paz podre porque assente em pressupostos inaceitáveis

Boa noite para si

A.J.Faria disse...

Olá, Pires!
Liberdade de expressão, tolerância e respeito, quando utilizadas com equidade tornam-se sempre factor de fortalecimento entre as diversas culturas.
Será que foi isto que aconteceu?
Um grande abraço,

Lord of Erewhon disse...

Concordo, genericamente... é um lugar comum concordar-se com estas coisas no Ocidente, enfim. Mas na verdade não é disso que se trata. A questão da liberdade de expressão apenas lateralmente tem a ver com a questão das caricaturas. Porque eu me estou a foder se os muçulmanos gostaram ou não... e se as caricaturas fossem da Virgem... sentiria o mesmo em relação aos cristãos que não gostassem!
A questão é mais funda... Não, não é um conflito de civilizações... é o morrer de uma civilização: a Islâmica! Morre... porque não consegue desenhar um futuro e se fecha num passado de glórias medievais. Morre... porque recusa a hermenêutica e o refrescamento dos seus textos sagrados. Morre... porque se fecha em regimes teocráticos, fanáticos e falocêntricos. Este Islão não me merece nenhum respeito!
Claro, quem fez as caricaturas exerceu uma arte antiga de fazer humor... e nunca teve intenção de ofender ninguém... Mas é inútil tentar explicar isso a estúpidos famélicos, analfabetos e fanáticos!

PiresF disse...

Lord of Erewhon!

Mais uma excelente opinião. Não podia estar mais de acordo.

Anónimo disse...

Very nice site! film editing schools