Jogo sujo

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público de São Paulo) e a Polícia Federal, estão a ponto de desmantelar uma quadrilha montada com o objetivo de manipular resultados de partidas de futebol, do Campeonato Brasileiro e do Paulista.
.
Ela envolve um grupo de empresários, donos de bingos em São Paulo e Piracicaba (no interior paulista) e o árbitro Edilson Pereira de Carvalho, um dos dez juízes brasileiros pertencentes aos quadros da Federação Internacional de Futebol (Fifa), que reúne a elite da arbitragem mundial.
.
Com os resultados acertados com o juiz, a quadrilha lucrava em apostas milionárias em sites de jogatina na internet. É o maior golpe, na paixão dos brasileiros pelo futebol, e um escândalo de repercussão internacional.
.
Continue a ler aqui.

13 comentários:

Valkye disse...

E ainda há tanto mais a ser descoberto, infelizmente, corrupção aqui se tornou lugar comum, a única coisa que ainda me choca é o modo como é praticada, a cada dia uma nova maneira vem à tona. O que espero é que todas, tanto às que são mostradas quanto as que estão por ser, não acabem em pizza.

Nina disse...

Eu achei simplismente o cúmulo! Como a Valkye disse, incrível como eles estão cada vez mais criativos, encontram cada vez mais novas maneiras de fazer "jogo sujo", literalmente falando.
Veremos como isso vai acabar!
Abraços...

PiresF disse...

A imaginação dos brasileiros é muito fértil, pena estar quase toda virada para o que é errado. O golpismo já é um modo de vida.

Luis Neves disse...

Afinal o reformado tinha razão,mas era no Brasil e não na Luz ou nas Antas que o Esquema está montado.
Não é só no Brasil que está tudo deturpado.Cá temos um salário minimo de 300 e tal euros e 11% de SS por parte do trabalhador, em Espanha a SS corresponde a 6,4% e esta!!!
Afinal o esquema, por cá é meter a cabeça na areia, pois a corrupção em causa é no Brasil, pode ser importante para eles.
Para nós seriam importantes outras coisas, que por estarem na sombra destas notícias, e dos fogos e dos Bibis e das eleições e etc. nunca se fala do que é sério e importante.

Claro que, amigo e companheiro das viagens ao ALVALADE XXI, deves continuar a trazer destas notícias eu pretendo é atroar para o NACIONALISMO real, senão lá teremos que ir comprar caramelos a Badajoz.

Este País é bonito demais, para sofrermos todos com a escassez intelectual dos nossos políticos
passados e presentes.

Pergunto se alguem já equacinou se não pudessemos, eventualmente por imposição da CE, suportar o nosso Orçamento de Estado, através dos desgraçados que dispõe de automóvel.


Ele é IA e IVA acrescido ao mesmo, dupla tributação, que vergonha, ele é Imposto circulação, ele é Imposto sobre os combustíveis, ele é impostos sobre os seguros e ainda a AutoEuropa "era" o maior importador de divisas, claro sendo assim o maior exportador Nacional, criando alguma ilusão na nossa corroída balança de pagamentos e demais coisas que não me lembro.

Tudo isto são 2 digitos no OE, em termos percentuais.

Afinal onde estão ou estiveram os "Engenheiros Financeiros" da Política, para eventualmente e para bem dos contribuintes, permitirem-se proporcionar alternativas a estas cobranças coercivas.

Imaginem, "UTOPIA", se todos parassemos as viaturas, se não comprassemos mais viaturas novas.

Cadê os impostos para o OE, afinal como vamos todos no caminho da miséria, a utopia esfuma-se e não existem alternativas.

Ou afinal o governo anda a esconder o motor movido a àgua..........

PiresF disse...

Amigo Luís, tens razão no que dizes, excepto quando te referes a que não se fala dos problemas, aqui só em parte te dou razão. Em Portugal estamos a falar dos problemas, não tanto como devíamos, mas ainda assim falamos, alguma imprensa e a blogosfera, que felizmente hoje em dia é muito lida. Blogs como O Portugal profundo, o câmara corporativa, o blog de esquerda II, o Adufe etc., etc., vão denunciando diariamente esta e outras situações gravíssimas para a nossa sociedade, como por exemplo, o caso dos magistrados, o caso das forças militarizadas; o caso dos políticos corruptos, como o Major, o Avelino, o Isaltino e agora mais recente a Fátima Felgueiras e tantos outros, e também denunciam porque andam alguns jornalistas muito calados, quando se fala nas regalias extraordinárias, que toda essa corja aufere da segurança social.
Nem todos se calam, mas o barulho tem de ser maior, tem de ser amplificado para que os desvios de opinião não sejam feitos no sentido que lhes apetece.
Tirando isso, e a expressão, de “nacionalismo real” que não percebi o contexto em que a encaixas, ou não atingi o significado que lhe queres dar, assino por baixo o teu comentário.

Luis Neves disse...

Nacionalismo real é algo complexo para falar aqui, mas sintéticamente é distinto dos "Nacionalismos" exarcebados ou obrigatórios, em que as direitas e as esquerdas, nos impingem.
Creio que Viriato, é a figura mais próxima que me ocorre para definir Nacionalismo real,só que os "Romanos" são outros e outras coisas.

PiresF disse...

Eu sou adepto de um Nacionalismo Místico, tal como Pessoa, Vieira e Agostinho, sonharam como sendo a cura para os problemas da sociedade de hoje.
Defendo a nossa cultura, a nossa história, e a língua portuguesa, como esteios de um Portugal que um dia se afirmará. As fronteiras físicas, serão inevitavelmente coisas do passado, tal como são, os nossos conquistadores.

Luis Neves disse...

Ao Nacionalismo esotérico que representam os filósofos da verboreia intelectual, sublinho a realidade do pragmatismo matemático, pois é com Euros que vamos ao supermercado, a verboreia não tem cotação oficial e como tal não nos sustenta.
A Sociedade Portuguesa tem ausência de liquidez, sem salários justos, salário minímo Nacional acima dos 750 Euros, não existirá cobrança de Impostos e Segurança Social suficientes para lubrificar financeiramente uma sociedade técnicamente falida, Isto é pura matemática e os nossos grandes matemáticos vivem fora do País ...
Concordo contigo no ponto referente à ausência de fronteiras e é nessa concreta realidade que o nosso Nacionalismo deve ser REAL.
Quanto a Viriato retiro-lhe o englobamento que lhe atribuiste em relação aos nossos Conquistadores, período àureo da nossa História e anti-cultura, mas Viriato já cá estava e nós tambem, até ver.

PiresF disse...

A questão que quis realçar, é que as nossas fronteiras mais cedo ou mais tarde perderão a importância que hoje têm e que já não se compara ao que eram antes da nossa entrada na União Europeia. O caminho nessa direcção será inevitável, mesmo com os solavancos que a UE tem tido, e como se constata com a dificuldade da aprovação do referendo sobre a constituição.
Agora, Portugal tem de se organizar, e criar consensos e alianças com outros estados pensando no futuro. A corrente que defende um estado Ibérico, ou, a menos utópica, ligação Ibérica, não me surpreende e encontra em mim um observador atento, esse é um dos caminhos, outros haverá, mas de mais difícil concretização, por serem ligações atlânticas há muito desejadas, por alguns pensadores.
Por muito que abraces o pragmatismo matemático, não deves por de lado os “filósofos de verborreia intelectual” como lhes chamas, eu prefiro chamar-lhes aquilo que são: - pensadores da nossa sociedade.

Bill disse...

Aff que vergonha isso, nem na hora da diversão é possivel confiar que está tudo bem...
Onde será o proximo golpe :(

[s]s

Luis Neves disse...

Calcanhares de Aquiles, não os identifico em Portugal, o mais conhecido caso relacionado connosco foi na final da Taça dos Campeôes Europeus, alguras na Europa e "Golo de Honra" Bulgaro.

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site...
» »

Anónimo disse...

Looking for information and found it at this great site... business card cases Search engine marketing+ Shape of ultram depakote List of free phone chat lines audi dealer digital printing Canon fax b 740 printer cartridge Bce fold football table Womens vitamins Concerta interaction acute alcohol intoxication Answering handicap machine phone patent Honda 550 f Proactiv kit online baccarat Gm vehicles paint problems