Reminiscências - Cinema Monumental


Inaugurado em 1951, o Cinema Monumental tal como o vêem já não existe, veio abaixo se a memória não estiver na reinação em 1982. Há que, em primeiro lugar, dizer uma coisa: foi uma destruição traumática e muito polémica, protagonizada pelo Presidente da Câmara Nuno Kruz Abecassis (1980-1989. CDS-PP), para dar lugar a um centro comercial com 4 pequenas salas de cinema que, na altura, não me pareceu irazoável questionar.

Por este que agora se recorda, escorrem memórias como o inesquecível Apocalypse Now de Francis Ford Coppola, visto em écran gigante com som surround (lembram-se dos hélis? Pois então… até parecia que nos rasavam a mona) ou as gravações do programa “Curto-Circuito”, que em 1971 eram ali gravadas para a televisão, o Festival da Canção (de retaliação com a Eurovisão) de 1970, e o de 1979 com a Gabriela Schaaf e o Tó Zé Brito entre outros, que levou Manuela Bravo a Israel em defesa de um “sob, sobe, balão sobe”.

Enfim, será hoje um mal menor porque o tempo voa e deixamos de nos importar.

6 comentários:

Bill disse...

Uma pena, memória que muitos nem vão saber...

É amigo o tempo voa, mas precisamos sempre de lugares assim para nos guiar para boas lembranças, triste que poucos nos restam...

[s]s

sa morais disse...

Aqui em Viseu também já fechou o ultimo cinema "independente" - fora de centros comerciais. Tinha um som fantástico - ver lá filmes como o Senhor dos Anéis era aquilo que eu chamo realmente de cinema. Ficaram as salas atarracadas e de sonoridade duvidosa, sempre com caramelos ruminar pipocas... É quase como ver filmes em casa, mas sem podermos escolher a companhia... Fica a saudade das grandes salas, onde o cinema realmente o era...

Abraço

Gi disse...

Lembro-me perfeitamente do filme, era paragem obrigatória ir ao Galeto depois do cinema ou ir comer um gelado ao Apolo 70 que até nem era longe :) caramba, sinto-me velha quando recordo estas coisas.
Estava aqui a pensar se não foi lá tambémque vi, teria então os meus 14 anos, a Filha de Ryan que não me lembro nada do filme mas lembro-me que gostei da banda sonora. O filme era para maiores de 18 mas com as pinturas que se usavam disfarcei muito bem :)

E deixamos de nos importar menos. Mas não esquecemos.



Beijinhos

Gi disse...

Tens dois prémios para receber no meu blogue, o 1º é para todos , o último é específico. Estão na recepção, não há nada que enganar :)

hora tardia disse...

:)

bom eu só venho dizer:

VIVA VIVA VIVA...
o meu amigo super premiado!!!!!




(oh pra mim a sorrir de orgulho)....
:)))))))))))))))))).


beijo com beijo.


prontoS!!!!!!

Anónimo disse...

Meu avô ajudou na no construção do Monumental, como servente de pedreiro.