Pelé, a enciclopédia viva da técnica individual

Anda por aí uma malta de deficiente entendimento que, em concreto e continuamente, impingem desavergonhadamente o Maradona como o melhor de sempre, escorrendo comparações assim ou assado.
Não querendo ir ao embaraçante extremo de julgar tal entendimento como bom, mau ou onde é que bateram com os cornos para dizerem tamanha asneira, direi com suavidade e em tom de evidente cuidado, que esse entendimento excessivo, é principalmente induzido por não terem visto jogar Pelé, e admito também que, possam ter dúvidas e vacilar entre estes dois grandes futebolistas, mas quem conheceu o futebol de ambos, sabe que a resposta inequívoca e imperecível só pode ser uma: Pelé, evidentemente.

Jogaram os dois 21 anos e, as estatísticas relativamente organizadas e usadas aqui como argumento construtivo, demonstram à saciedade isso mesmo e contribuem para que não morram na dúvida, coisa que pode ser imensamente digna, mas que, podendo, se deve evitar.


Maradona

1 Mundial sub-21 (1979)
1 Campeonato Argentino - Boca Juniors (1981)
1 Taça do Rei - Barcelona (1983)
1 Mundial (1986)
1 Taça de Italia – Napoli (1987)
2 Campeonatos italianos - Napoli (1987 e 90)
1 Taça UEFA - Napoli (1988)
1 Supertaça Italiana - Napoli (1990)
1 Artemio Franchi Cup (1993)

679 jogos - 345 golos
Com a Selecção: 91 jogos - 34 golos


Pelé

3 Mundiais - (1958, 62 e 70)
10 Campeonatos Paulistas - Santos (1958, 60, 61, 62, 64, 65, 67, 68, 69 e 73)
4 Torneios Rio-Sao Paulo - Santos (1959, 63, 64 e 66)
5 Taças Brasil - Santos (1961, 62, 63, 64 e 65)
2 Mundiais Interclubes - Santos (1962 e 63)
2 Taça Libertadores da América - Santos (1962 e 63)
1 Torneio Roberto Gomes Pedrosa - 1968
1 Campeonato Nacional dos Estados Unidos – New York Cosmos (1977)

1375 jogos - 1283 golos
Com a Selecção : 115 jogos (92 oficiais) – 95 golos

Nota final: Se tiverem de comparar Maradona com alguém, façam-no por exemplo com Di Stefano, Cruyff ou Beckenbauer, nunca com Pelé. Pelé está acima de todos os outros, e aos que não percebem concretamente o que estou a dizer, deixo este vídeo na esperança que o sintam.


5 comentários:

Bill disse...

Pelé é o que dizem por aqui, O Diabo com a bola...

Junto ao incrível time do Santos, fez historia.
Bailava com a bola, e claro que nossos "Hermanos" (Parece que temos o mesmo problema, Portugal e Brasil, Hermanos sempre a perturbar hahha) não queriam ficar pra trás.

Mas como bem disse, Pelé é Pelé, os outros que sem comparem.

Abraço amigo.

[s]s

Ps: Que coisa, eu por cá assistindo o vídeo e tu lá no RT heheh.

Bill disse...

Tu fica tentando me matar de inveja hehehe...

Boa noite amigo.

[s]s

(=

Bill disse...

Sabe, gostei da felicidade de um camarada, que está atrás do gol, que joga o paletó para cima feliz da vida.

(=

C Valente disse...

Pelé não se compara a Maradona, como homem, como pessoa e como jogador
Pelé, foi um senhor no campo e fora dele, mas como os valores cada vez estão mais detorpados, nada ´ha a fazer,
valoriza-se uma prostituta como uma senhora e as senhoras como será ?
Ai mundo para onde caminhas
Saudações amigas

Odysseus disse...

Ter mais títulos não significa se ro melhor, seria o mesmo que dizer que baía foi o melhor guarda redes do mundo. Na altura que o Pelé jogava o futebol tinha outra velocidade, outras táticas, talvez maradona pudesse ter sido o melhor, se não mete-se tanto pó no nariz.