A Lenda de São Martinho.


Reza a lenda que no século IV às portas de Amiens, num dia de Outono tempestuoso, um soldado romano de nome Martinho, deparou no seu caminho com um mendigo seminu e cheio de frio. Martinho, conhecido pela sua generosidade, sofreou o seu cavalo e tirando a capa vermelha que o protegia, com a espada cortou-a ao meio, estendendo-lhe uma das partes.

Sacudindo rédeas prosseguiu o seu caminho quando outro pobre encontrou, ao qual estendeu a parte restante ficando ele exposto à tormenta. Quando, de repente, como por milagre, a tempestade se desfez e o Sol brilhou resplandecente.

Desde então, todo o ano por volta do 11 de Novembro, interrompesse o frio e surgem dias de calor. É o “Verão de S. Martinho” de dias amenos, numa altura de chuva e frio.

9 comentários:

Bill disse...

Que bela lenda meu caro amigo, não a conhecia, gostei muito.

[s]s

Maite disse...

PiresF

De repente lembrei-me daquele antigo provébio "tudo quanto dás, receberás em dobro".

Gostei de recordar esta lenda

Bom dia de S. Martinho para si e para a sua tribo :)

GPC disse...

"dias amenos em tempo de sol e chuva"; bons tempos!

Agora é apenas "aquecimento global"...
:-(

Nina disse...

Que coisa linda!

Amei!

Nossos gestos nos abrem o caminho, não?

=]~

Outsider disse...

Já comi as castanhas. Não bebi água-pé. Bebi antes um maduro tinto que é bem melhor...
Um Abraço.

Isabel Magalhães disse...

Olá Pires F;

é sempre bom recordar as lendas.

estamos cada vez mais em tempo de as pôr em prática! :)

um abraço.
I.

Cristina disse...

e não é que acontece sempre? um verdadeiro enigma. ou não...

beijinhos

Teresa Durães disse...

esse generoso Martinho pertencia às Cruzadas e andava a matar os mouros... boa noite...

tb disse...

gostei de recordar a lenda. Pena é que fique apenas na lenda!...o gesto, porque a natureza não se esquece.
Beijinhos