Sabedoria.

6 comentários:

Intervencionista disse...

Cada vez mais tenho a opinião que quanto menos evoluidas são as sociedades mais sábias são, em contráste directo com as sociedades ditas ocidentalizadas.

PiresF disse...

Nuno!
A vida apressada que o mundo ocidental cultiva e a parafernália de captores de atenção que nos rodeia, convida-nos a não pensar, ou simplesmente a pensar no supérfluo.
Daí o chavão “É assim a vida que se há-de fazer” mas que temos o dever de combater, para sair deste marasmo, pois a vida não se pode esgotar no aspecto material.

Bill disse...

Sabedoria pura, frase que diz tudo em tão pouco, queria ver a resposta de um emgravatado a essa perguntar...

[s]s

PiresF disse...

Bill!
Os “engravatados” no sentido em que os chamas se bem percebi, não estão nem aí.

sarocas disse...

Conflitos internos... 'tou a ver!
Todos os temos, mas nem sempre sabemos como e quando alimentar o cachorro bom e dócil. Às vezes não nos lembramos por onde anda a tigela da comida, outras acabamos por nos esquecer de prepará-la... enfim. O índio, que vive longe de tanta confusão, stress, materialismo, egoísmo e orgulho, não se esquece de nenhum destes passos.
Já nós, ocupamo-nos com tantas outras coisas e deixamos que o cachorro cruel e mau cresça e se torne mais forte, apoderando-se da tigela do bom e o vença em todos os aspectos...!
Já está na hora de voltarmos um bocadinho atrás e tentarmos alimentar o nosso lado bom, e assim ajudar os outros a alimentá-lo também.... sim, porque ainda quero acreditar que o cachorro bom existe em cada um... pode é estar cheiiinho de fome!!

Anónimo disse...

Where did you find it? Interesting read » » »